Resenha: A Casa dos Pesadelos - Marcos DeBrito

09 maio 2018


Dez anos depois de estar cara a cara com aquela assombração, Tiago finalmente concorda em voltar à mesma casa para visitar sua avó. Agora adolescente, ele pretende provar para si mesmo, que a terrível imagem que o aterrorizara nas madrugadas por tanto tempo, não passava de uma criação tenebrosa da infância. Mas, ao chegar no casarão, o jovem se depara com o misterioso quarto de seu falecido avô, agora mantido fechado, e tratado como espaço proibido. As restrições com relação ao aposento, as sensações e barulhos no meio da noite logo alimentam nele a suspeita de que algo terrível habita o local. Tomado por uma estranha coragem e desejo de ver-se finalmente livre do medo, tudo que o rapaz deseja é descobrir o que há por trás daquela porta. Então, o pesadelo toma novo impulso quando a figura sombria da infância mostra-se real novamente... mas, desta vez, ela quer atacar o seu irmão mais novo. Determinado a impedir que o caçula passe por terror semelhante, Tiago, mesmo apavorado, decide enfrentar a criatura. E o que descobre expõe terríveis segredos do passado que ninguém poderia imaginar.
Edição: 1
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9788595810099
Ano: 2018
Páginas: 144
Exemplar recebido como cortesia do autor


Alô Brasil, hoje eu trago para vocês a resenha de A Casa dos Pesadelos do autor Marcos DeBrito. Esse é o meu primeiro contato com a escrita do autor, mas eu já havia ouvido falar maravilhas do seu livro Escravo de Capela, que eu ainda quero muito ler.

Em A Casa dos Pesadelos nos conhecemos Tiago e o seu pequeno núcleo familiar. No inicio da leitura sentimos a tensão, pois ele segue com sua mãe e seu irmão mais novo rumo a casa que fará com que Tiago encare mais uma vez seus piores temores. Algo que aconteceu naquele lugar durante a infância do garoto o traumatizou absurdamente, foi responsável por talhar a sua personalidade distante, fria e retraída e lhe rendeu cerca de dez anos de tratamentos psicológicos, que mesmo agora, parecem não ter surtido efeito. Pois ele não acredita que o que via ali naquelas madrugadas sombrias era apenas o fruto da sua imaginação infantil assustada. Para ele aquilo é real, assim como a sensação de pavor que reviver tudo aquilo causa.
No entanto pressionado pela mãe a encarar seus medos infantis e torna-se de vez um homem, ele decide voltar mais uma vez a casa de sua vó,  lugar onde não voltava desde os seis anos e provar a si mesmo, que tudo aquilo foi apenas um sonho ruim. Porém para o desespero de Tiago o monstro que assombrou a sua infância ainda mora na casa, só que dessa vez a vítima que ele espreita é Bruno o seu irmão.

A Casa dos pesadelos é uma obra curta, com um pouco mais de 130 páginas e que proporciona uma leitura relativamente rápida. Eu gostei muito da premissa da obra, assim como a maneira que o autor conduziu o enredo e a maneira que ele foi colocando cada elemento até culminar no desfecho perturbador dado a trama. Mostrando a nós e a Tiago que o monstro que o assusta pode ser pior do que ele imagina.

Uma das coisas que mais se destaca na trama são as personas criadas pelo autor, todas muito bem elaboradas, desde o jovem apático e reservado que luta com monstros interiores, até a mulher que oscila entre uma personalidade forte para os filhos e uma fraca e manipulada diante da mãe abusiva e opressora, entre outros. O Marcos trabalhou com primazia na construção de cada um dos personagens, assim como na dinâmica entre eles. O que tornou a trama de A Casa dos Pesadelos rica e extremamente interessante, assim como forte e impactante.
Juntando os elementos bem distribuídos ao longo da leitura, eu criei minha teoria mais ou menos pela metade e estava certa, ainda assim os fatos finais não foram menos chocantes.
O autor soluciona o mistério, mas não fecha completamente a história e deixado os segundos finais abertos a interpretação de cada leitor. Eu, particularmente não curto quando isso acontece, mas esse é um ponto de vista meu, pois sei que há muita gente que gosta. E  se você for um desses, sem dúvidas o livro vai lhe dar muito o que imaginar.

A narrativa do autor fluiu razoavelmente bem, mas acredito que a leitura poderia ser mais ágil se o autor houvesse optado por utilizar outro tipo de linguagem, pois o vocabulário bastante rebuscado, acaba segurando um pouco a leitura. Porém esse é um dos meus únicos adendos a obra. Eu curti muito a leitura e recomendo. Sem dúvidas o Marcos DeBrito sabe bem desenvolver uma história de Terror.

O trabalho gráfico da Faro Editorial está maravilhoso. A revisão está impecável e a obra recebeu uma diagramação espetacular, que divide em cores os capítulos entre tempo real e os flash back. Ao longo da obra ainda vemos as incríveis ilustrações do Ricardo Chagas que complementam a experiência de leitura.

Leitura super recomendada!

Espero que tenham gostado da resenha, e não deixem de me deixar suas opiniões nos comentários. Beijos ♥

8 comentários:

  1. Ahh que máximo! O Marcos super arrasssssaaaa... Amo a escrita dele. Blog lindo! =)

    ResponderExcluir
  2. Livro NACIONAL! AAAA como eu estou amando ver tantos livros e autores nacionais ganhando espaço, amei sua resenha, a trama parece ser realmente muito envolvente ja to aqui desejando ler esse livro!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei a premissa dessa história!! Lembrou-me um pouco de alguns livros de Stephen King que li há uns anos atrás. Adorei a resenha! Não conhecia essa obra ainda e fiquei muito contente com essa dica! =D

    PS: sempre fico feliz quando vejo esse unicórnio *___*

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Fiquei com muita vontade de ler este livro tanto que salvei pra procurar em e-book (tomara que tenha)rs
    Apesar das suas ressalvas quanto a narrativa fiquei curiosa , os personagens parecem serem densos.
    Parabéns pela resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Kris!
    Solicitei esse livro para a Faro e estou mega ansiosa para que chegue logo. Leio muitos comentários bons a respeito da escrita do Marcos e, até agora, não li nenhuma resenha negativa a respeito do livro. Curiosidade está a mil. Pelo visto vou gostar demais da escrita, não vejo a hora de tê-lo em mãos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da premissa do livro, parece ser um livro bacana..
    Gostei muito da sua resenha e vou anotar sua dica para ler em breve.
    Sou apaixonada pelas edições da faro, essa deve ser linda mesmo..
    Beijos!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :|
:-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥